Tratamento Por Ondas de Choque

2015-11-20 0

A onda de choque é um pulso sônico ou uma energia cinética. Sua força de transmissão depende das propriedades físicas do tecido aplicado). A terapia, foi introduzida na medicina há 20 anos para desintegração de cálculos renais. Nos últimos 10 anos, atingiu a ortopedia como um método terapêutico e caminha para uma excepcional alternativa de tratamento. A ideia do uso da terapia de onda de choque para doenças ortopédicas é muito ambiciosa, pois estimula o processo de cura biológica em tendões, tecidos circunvizinhos e ossos. O fato é que, 80% dos pacientes que teriam que passar por uma cirurgia, podem ser tratados com esse tipo de terapia.

A terapia extra-corpórea por ondas de choque, aplicada ao sistema músculo esquelético, pode iniciar nos  processos de Alterações estruturais do tecido; Estimulação de crescimento ósseo; Estimulação do processo regenerativo do tecido; Alterações estruturais no depósito de cálcio seguido por absorção do cálcio pelo organismo.



É indicado em Tratamento de dor nas partes moles como entesopatias e tendinopatias como fascite plantar crônica, calcificações periarticulares dos ombros (tendinite calcárea) ou tendinite de ombro e bursites, tendinopatia patelar, epicondilite lateral umeral (cotovelo de tenista), epicondilite medial umeral (cotovelo de golfista), aquilodínea e síndrome tibial anterior. Tratamento de trigger points também chamados de pontos-gatilho, estes podem estar localizados em ligamentos, cápsulas, tendões e musculares. É um local irritável, localizado em uma estrutura de tecido mole, mais freqüentemente o músculo.

Existem vários modelos de máquinas que, que trabalham com diferentes intensidades da onda. Assim pode-se controlar a intensidade da energia com que as ondas de choque atingem o local a ser tratado. Quando utilizamos baixa energia produzimos alívio da dor e relaxamento muscular, quando se utiliza média energia ocorre a reparação tecidual e com alta energia pode ocorrer a estimulação óssea.

As ondas apenas atuam em tecidos lesionados e não causam nada em tecidos normais.

 

REF.: UNIORTSBTOC

 

 

 

Leave A Response »